Home » Uncategorized » Que sonhos você tem?

Que sonhos você tem?

     Algumas pessoas me contam que sentem os mesmos sintomas que descrevo aqui no blog, mas os médicos insistem em dizer que não sofrem de Sjögren. E eu fico imaginando o quanto eu daria para não ter descoberto essa doença. Não me leve à mal, esse não é um post para te deixar triste. Nem faz meu estilo. Mas às vezes passa pela minha cabeça que um dia farei meus exames rotineiros e a médica me dará a grande notícia de que na verdade eu não tenho Síndrome de Sjögren. Que tive um surto psicossomático, mas que agora já passou.

     Imagino-me sentada na cadeira do consultório, chocada, estática. A doutora me trará um copo d’água, me ajudará a recompor as forças nas pernas, e me libertará para sempre dos compromissos semestrais dos exames de rotina. Me acompanhará até a porta do consultório e se certificará que estou apta para voltar para casa. Então descerei as escadas do prédio, devolverei o crachá para conseguir sair da catraca e enfim, estarei livre, na rua.

     Imagino esse dia ensolarado. Coloco meus óculos de sol e ao invés de atravessar a rua para pegar o ônibus de volta para casa, irei caminhando. Sei que terei um ar de confusão no meu rosto, estarei chorando com certeza, mas serão lágrimas de felicidade. Pessoas passarão por mim, algumas sentirão pena da menina triste, outras evitarão olhar nos olhos para não ter de se envolver. Alguém virá me socorrer e me oferecer ajuda. Educadamente recusarei os olhares de pavor, repreensivos e de ajuda. Esse dia será apenas meu. Não voltarei para casa imediatamente, sentarei num café, abrirei um livro, mas não conseguirei ler. Meus olhos estarão em êxtase, minha mente cheia de ideias, de planos para o futuro. Uma mistura de felicidade e revolta. Porque acharam que eu tinha essa doença horrível?

     Geralmente minha mente vaga nos dias mais quietos, domingos, feriados. Engraçado também que tenho esses devaneios quando não tenho sintomas muito fortes, nada fora do normal (um olho vermelho, uma boca seca. O de sempre). Então volto para a Terra, percebo que não passou de um sonho que tive acordada. Levanto e vou fazer outra coisa. De que adianta alimentar tais pensamentos?

     Mas na verdade adianta sim. Adianta se você pensar em tudo o que aprendeu sobre si mesmo desde quando descobriu a condição. Descobriu que existe solução para problemas pequenos. Entendeu quais as suas reais prioridades. Sabe até onde seu corpo aguenta tais situações, e aprendeu a evitá-las. Aprendeu o que deve evitar comer para não sofrer depois, que quais pessoas deve manter distância (porque perder tempo com pequenos aborrecimentos?). Hoje você sabe explicar melhor a sua condição e aprendeu a canalizar aqueles comentários maldosos de que fadiga é outro nome para preguiça. Você sabe em quais horários se sente mais disposto, e a que horas dever ir para a cama, para não alavancar uma crise no dia seguinte.

     Você sabe quantas taças de vinho deve beber para não ficar mal no dia seguinte. Porque só você sabe que a ressaca para quem tem SS vem acompanhada de dezenas de outros sintomas insuportáveis.

     Enfim, aprendeu que os sintomas da SS são mutantes, que podem acontecer a qualquer momento, qualquer dia. Que você pode ir dormir muito bem e acordar no dia seguinte com uma fadiga incontrolável. Aprendeu a lidar com isso, porque afinal, você precisa trabalhar. Aprendeu que cápsulas de guaraná são ótimos estimulantes naturais e te ajudam a lidar com essa fadiga nos dias que não tem como faltar àquela reunião, enviar aquele relatório importante.

     Bom, tudo isso foi o que eu aprendi até hoje. Se eu não tivesse sido diagnosticada talvez ainda estivesse me estressando com pequenos infortúnios do dia a dia, bufando com deslizes que não estão no meu controle. Continuaria sendo uma pessoa intolerante, mal humorada e mimada. Ah, mas tenho ainda muito a aprender. Coisas ainda me tiram do sério. Emoções ainda me chocam e me tiram da zona de conforto. Talvez ainda não esteja preparada para que meu sonho se realize.

     E você, já aprendeu o suficiente?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s